ESGRIMA

ESGRIMA

img-abs-videoAssim como os esportes mais antigos, a esgrima tem sua origem na pré-história quando as armas (espadas) foram inventadas para os duelos e combates. Registros apontam para pinturas em cavernas há quase 3000 anos atrás, logicamente as primeiras intenções era a o combate com inimigos e a própria proteção.

Por muito tempo, a esgrima era conhecida com a luta com espadas, não tendo nenhuma regra definida. Muitas vezes os combates eram realizados até que um dos participantes não conseguisse mais lutar ou de fato morresse. Nesta época já se realizavam treinos específicos e os combatentes eram os famosos Gladiadores.

Mesmo com o passar de milhares de anos, por volta do século XV o esporte que era tradicional na Inglaterra tinha disputas com duelos marcados por muita violência, sangue e mortes. Porém, foi nesta mesma época que o esporte começou a dar seus primeiros passos rumo a padronização de regras e movimentos. Várias escolas de combatentes lançaram cartilhas com movimentos específicos para o ensino da prática, além disso, surgiram regras de restrição para alguns golpes utilizados nos combates. A partir daí, a Esgrima se desenvolveu para adaptar suas regras e realizar adaptações para que o esporte pudesse ser praticado por todas as pessoas, assim foram criadas três tipos de armas, uma pista de combate e trajes de proteção.

Os combates são realizados em um pista (corredor) de 14m de comprimento por 2m de largura. O combate possui três rounds de três minutos, podendo terminar antes caso um dos atletas conquiste 15 pontos.

slide_241889_1308626_freeO ponto é conquistado cada vez que um atleta encosta o corpo do adversário com a ponta de sua espada. Para conferência e controle, as espadas e trajes possuem sensores eletrônicos que acusam o ponto (em grandes eventos). Antes da pontuação eletrônica, os pontos eram verificado pela observação dos árbitros, com isso, os atletas competiam com trajes impecavelmente brancos para facilitar as decisões.

O esporte prega respeito entre os adversários, por isso é obrigatório o cumprimento ao adversário no início e fim de um combate. Caso contrário, o atleta poderá ser até desclassificado.

Na esgrima, existem três tipos de armas, sendo que cada uma possui suas especificações na forma de pontuar. Espada, Florete e Sabre são os três tipos de arma utilizada em competições. Confira a seguir as especificações e curiosidades de cada uma:

Espada – Possui 110cm e 770g. É a mais pesada e rígida da modalidade. Com a espada, é possível marcar ponto tocando qualquer parte do corpo do adversário.

esgrima--515x280Florete – Possui 90cm e 500g. Consiste em uma lâmina mais fina e leve. Com o florete, é possível marcar ponto apenas tocando o adversário no tronco ou virilha.

Sabre – Possui 88cm e 500g. Um pouco mais curta que o florete, permitindo movimentos mais rápidos e ágeis. O ponto é marcado quando tocar o adversário acima da linha de cintura.

Por se tratar de uma modalidade bastante tradicional, a Esgrima estreou na primeira edição dos Jogos Olímpicos, realizados no ano de 1896 em Atenas. Além disso, o Barão Pierre de Coubertin (fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna) era esgrimista e amava a modalidade.

Com muito tempo de existência dentro dos Jogos Olímpicos, a Esgrima coleciona histórias e destaques. Entre eles está o Italiano Nedo Nadi, que em mais de 100 anos de competições é o único a conquistar o ouro nas três armas. Também é destaque o maior campeão olímpico da modalidade, o húngaro Aladár Gerevich, que colecionou sete títulos entre 1932 e 1960.

Outro destaque é a húngara Ildiko Ujlaki-Rejto. Surda, ela aprendeu a esgrima lendo as instruções. A esgrimista conquistou duas medalhas de ouro nos Jogos de Tóquio em 1964.

No Rio 2016 a esgrima será disputada na Arena Carioca 3, localizada no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

Não perca a chance se acompanhar combates de alto nível, com movimentos rápidos e precisos!!!

#MalucosPorEsporte

Attachment

esgrima--515x280 slide_241889_1308626_free londres-belen